domingo, 18 de junho de 2017

17. Instalação mínima do Debian 9

Como minha primeira postagem do ano vou ensinar a baixar, instalar e configurar o Debian 9 "Stretch" (lançado em 17/Junho/2017) para a primeira utilização.

1. Baixe a ISO

Uma instalação mínima do Debian exige a imagem de CD chamada netinst. Ela é chamada assim porque você instala o mínimo e o instalador baixa o resto da internet. Baixe a imagem agora:

https://www.debian.org/CD/http-ftp/#stable

Para 32 bits:
Em "CD", escolha "i386"

Para 64 bits:
Em "CD", escolha "amd64"

2. Instalação

Agora vamos instalar. Eu gosto de instalar numa máquina virtual, onde posso fazer qualquer coisa sem me preocupar se vai dar certo ou não. Para tanto eu uso o Oracle VM Virtual Box.

No Virtual Box eu crio uma nova Máquina Virtual, selecionando Debian de 32 ou 64 bits, conforme o caso, com 4096 Mb de RAM e 128 Mb de vídeo, e habilito o recurso 3D no vídeo. Não se preocupe, você pode configurar com menos RAM, geralmente 1024 Mb de RAM e 64 Mb de vídeo já é suficiente. Eu deixo alto porque meu sistema tem 16 Gb!

Depois é só instalar na máquina virtual criada usando a imagem netinst baixada. Para tanto, no menu do VirtualBox, selecione "Dispositivos > Discos Ópticos > Selecionar Imagem de Disco" e escolha a imagem ISO que você acabou de baixar. depois reinicie o drive virtual em "Máquina > Reinicializar".

A instalação é simples, eu seleciono Advanced options > Graphical expert install e sigo as instruções.

Nos componentes do instalador, eu marco apenas o módulo NTFS, pra poder ler partições do Windows.

Desmarque tudo!
Nas opções de instalação, na hora que aparece os pacotes a instalar, com uma lista e checkboxes, eu DESMARCO todas: ambiente de área de trabalho, servidor de impressão, utilitários de sistema padrão etc. Isso é o que eu chamo de instalação mínima.

Ao final, como é uma instalação numa máquina virtual do VirtualBox, ele pergunta se quero instalar o virtualbox-ose-guest-x11. Eu desmarco. Pois ele impede o funcionamento de Live CD/DVD criado dentro de uma máquina virtual. O Live CD depois não funciona.

Instalado, ele reinicia.

3. Configurando

Ao reiniciar aparece apenas o terminal. Dê login digitando seu nome de usuário e senha escolhidos na instalação.

Quando estiver logado, mude para ROOT, o superusuário que pode fazer tudo:
$ su

Agora instale algumas ferramentas úteis:
$ apt-get install aptitude sudo deborphan xinit

Explicando:
  • aptitude é o mesmo que apt-get, serve pra instalar arquivos. Ele busca nos repositórios Debian os programas conforme o nome que você digite. O aptitude é superior ao apt-get em alguns quesitos, de modo que prefiro usá-lo.
  • install é a instrução do aptitude para instalar. Ele tem outras opções: removeclean etc. Digite "apt-get ou aptitude --help" para ver todas.
  • sudo - programa que permite usar comandos de root sem ter que logar como root, muito útil.
  • deborphan - programa que permite ver se existem pacotes inúteis no sistema, que podem ser desinstalados para remover espaço e lixo.
  • xinit - nós instalaremos um ambiente de trabalho (pode ser gnome, kde, mate, cinnamon, lxde, xfce, fluxbox etc), e para iniciar esses ambientes de trabalho nós precisaremos do xinit. Isso é feito através do comando startx, como veremos adiante. Ele costuma ser instalado automaticamente com o XFCE e o KDE, mas não com o MATE e o Gnome.
Instalado o sudo, vamos configurar o sistema para permitir ao seu usuário usar o comando sudo.
$ usermod -a -G sudo usuario

Onde usuario é o seu login! No meu caso é nerun. Agora, ainda como root, reinicie para que essas alterações tenham início.
$ service sudo restart

LEIA TAMBÉM: 12. Sudo sem password

Agora saia do root (digite "exit") e volte ao usuário comum. Agora podemos usar o sudo pra agir como root.

Agora use o nano, um editor em modo texto para alterar e limpar o seu sources.list, que diz ao sistema onde estão os repositórios Debian:
$ sudo nano /etc/apt/sources.list

No nano, eu costumo remover as entradas iniciadas com #, inseridas pelo CD do netinst, porque não servirão de nada.

Feito isso, use CTRL + O para gravar (ENTER para confirmar), e CTRL + X para sair do nano e voltar ao terminal.

Agora atualize a lista de pacotes:
$ sudo aptitude update

4. Instalando o Ambiente

Escolha o dekstop que mais lhe agrade. Abaixo mostro algumas opções, com tamanho dos arquivos a serem baixados (itens 4.1 a 4.8) e consumo de memória típico (no item 4.9). O tamanho dos arquivos a serem baixados considera que você instalou o xinit no passo 3 acima, já que ele instala o xorg que é pacote obrigatório em todos os desktops.

4.1 MATE

Meu preferido. MATE é um desktop que recria a aparência do Gnome em sua versão 2.x, mas usando o GKT3. Ele está na versão 1.16 ao tempo deste tutorial.

A versão mínima (180 Mb):
$ sudo aptitude install mate-desktop-environment-core

A versão intermediária (295 Mb):
$ sudo aptitude install mate-desktop-environment

A versão mais completa (326 Mb):
$ sudo aptitude install mate-desktop-environment-extra

Adicionalmente e muito recomendado por mim, instale:
  • caja-open-terminal - caja é o gerenciador de arquivos do MATE, similar ao Windows Explorer. Este pacote adiciona a opção de iniciar um terminal na pasta que o usuário estiver. Muito útil.
  • mozo - é um editor de menus para o MATE. Clique com o botão direito sobre "Aplicativos" e veja as opções de edição do menu.
Muita paciência agora, é muito pacote pra baixar. Baixado e instalado, você pode entrar nele usando um comando do xinit que instalamos no começo desse tutorial:
$ startx

Mas não faça isso ainda, temos outras coisas para instalar.

4.2 XFCE

Para instalar o XFCE, você pode digitar (versão 4.12.3 ao tempo deste tutorial, baixando 111 Mb):
$ sudo aptitude install xfce4

Uma versão mais completa (126 Mb):
$ sudo aptitude install xfce4 xfce4-goodies

4.3 KDE

Para instalar o KDE na versão 5.28.0 ao tempo deste tutorial:

Na versão mínima (471 Mb):
$ sudo aptitude install kde-plasma-desktop kde-l10n-ptbr

Uma opção intermediária (572 Mb):
$ sudo aptitude install kde-standard kde-l10n-ptbr

Para instalar a mais completa (1.156 Mb):
$ sudo aptitude install kde-full kde-l10n-ptbr

4.4 Gnome

Para instalar o Gnome, você pode digitar (versão 3.22 ao tempo deste tutorial, com 371 Mb):
$ sudo aptitude install gnome-core

Essa é a instalação mínima do Gnome. Para uma instalação absolutamente completa (774 Mb) use:
$ sudo aptitude install gnome

GDM (gerenciador de login) é instalado por padrão, mas o xinit não é.

4.5 LXDE

Para instalar o LXDE na versão mínima (121 Mb):
$ sudo aptitude install lxde-core

Ou na mais completa (294 Mb):
$ sudo aptitude install lxde

4.6 Cinnamon

Parece nome de Pokémon ou Digimon, mas é um dos desktops mais utilizados hoje em dia. Principalmente por causa do Linux Mint, uma distro baseada no Debian. Está pau a pau com o MATE em termos de poreferência (veja aqui). Ele está na versão 3.2.7 ao tempo deste tutorial.

A versão mínima (330 Mb):
$ sudo aptitude install cinnamon-core cinnamon-l10n

A versão completa (778 Mb):
$ sudo aptitude install cinnamon-desktop-environment cinnamon-l10n

4.7 Fluxbox

Deve ser o menor desktop que já vi (5 Mb). Está na versão 1.3.5 ao tempo deste tutorial. Não recomendo, ele é extremamente simples. É só uma área de trabalho e NADA mais. Não tem editor de texto básico nem gerenciador de arquivos. Só um terminal. A não ser que você queira ir personalizando ele pra instalar apenas programas super leves. Aí vale à pena.
$ sudo aptitude install fluxbox

4.8 Openbox

Outro desktop mínimo (27 Mb). Pela simplicidade eu faria as mesmas recomendações que fiz para o Fluxbox acima. Está na versão 3.6.1.
$ sudo aptitude install openbox menu

4.9 Consumo de memória

Estes valores são aproximados, variando conforme o sistema e os programas que você instalar, mas servem bem para comparar quem consome mais memória e qual consome menos. Essa tabela é baseada no teste feito neste site aqui, de 2015.

Desktop Consumo Consumo %
KDE 201 100
Gnome 155 74
Cinnamon 79 38
XFCE 70 33
MATE 42 20
LXDE 36 17
Fluxbox 16 8
Openbox 7 3

Não se apeguem aos números, mas às posições. Aqui tem outro teste que confirma isso. Interessante é que pelo menos dois sites dizem que MATE consome menos memória que o XFCE.

5. Gerenciador de Ambientes Gráficos


Não dá pra ficar digitando startx o tempo todo. Nós queremos que apareça uma tela de login pra digitar nome e senha.

Tem o kdm e o gdm, mas eles são muito grandes. O gdm3 tem 80 Mb! Eu prefiro usar o Slim, que tem menos de 2 Mb:
$ sudo aptitude install slim

Se preferir o gdm:
$ sudo aptitude install gdm3

O lxdm é uma alternativa interessante entre o gdm/kdm e a simplicidade do slim. Ele baixa apenas 30 Mb:
$ sudo aptitude install lxdm

Da próxima vez que você inicializar o PC, já vai entrar direito no gerenciador. Infelizmente o slim só tem interface em inglês.

6. Programas úteis


Costumam ser úteis os seguintes programas:
sudo aptitude install wicd synaptic
  • wicd - gerenciador de redes cabeadas e wireless.
  • synaptic - programa que permite instalar outros programas sem usar o terminal. Ele aparece em Sistemas > Administração > Gerenciador de pacotes Synaptic.
Não dá pra usar um sistema sem um bom compactador / descompactador não é mesmo? No Windows eu gosto do 7-Zip e do WinRAR. Aqui dá pra usar os dois e muito mais:
sudo aptitude install arj zip unzip unace unace-nonfree rar unrar bzip2 tar gzip cabextract p7zip-full p7zip-rar p7zip

Isso instala todos os compactadores, não vai precisar de mais nada. Depois de instalar tudo isso, quando você clicar com o botão direito do mouse sobre um arquivo, pasta ou conjunto de pastas, já vai aparecer as opções comprimir ou extrair aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário