domingo, 24 de fevereiro de 2013

1. Instalação mínima do Debian 7

Como primeira postagem vou ensinar a baixar, instalar e configurar o Debian 7 "Wheezy" (lançado em 04/Maio/2013) para a primeira utilização.

1. Baixe a ISO

Uma instalação mínima do Debian exige a imagem de CD chamada netinst. Ela é chamada assim porque você instala o mínimo e o instalador baixa o resto da internet. Baixe a imagem agora:

https://www.debian.org/CD/http-ftp/#stable

Para 32 bits:
Em "CD", escolha "i386"

Para 64 bits:
Em "CD", escolha "amd64"

2. Instalação

Agora vamos instalar. Eu gosto de instalar numa máquina virtual, onde posso fazer qualquer coisa sem me preocupar se vai dar certo ou não. Para tanto eu uso o Oracle VM Virtual Box.

No Virtual Box eu crio uma nova Máquina Virtual, selecionando Debian de 32 ou 64 bits, conforme o caso, com 1024 Mb de RAM e 64 Mb de vídeo, e habilito o recurso 3D no vídeo.

Depois é só intalar na máquina virtual criada usando a imagem netinst baixada.

A instalação é simples, eu seleciono Advanced options > Graphical expert install e sigo as instruções.

Nos componentes do instalador, eu marco apenas o NTFS, pra poder ler partições do Windows.

Nas opções de instalação, na hora que aparece os pacotes a instalar, com uma lista e checkboxes, eu DESMARCO todas: servidor de impressão, ambiente de trabalho (desktop Gnome por padrão) etc. Isso é o que eu chamo de instalação mínima.

Ao final, como é uma instalação numa máquina virtual do VirtualBox, ele pergunta se quero instalar o virtualbox-ose-guest-x11. Eu desmarco. Pois ele impede o funcionamento de Live CD/DVD criado dentro de uma máquina virtual. O Live CD depois não funciona.

Instalado, ele reinicia.

3. Configurando

Ao reiniciar aparece apenas o terminal. Dê login digitando seu nome de usuário e senha escolhidos na instalação.

Quando estiver logado, mude para ROOT, o superusuário que pode fazer tudo:
$ su

Agora instale algumas ferramentas úteis:
$ aptitude install sudo deborphan xinit

Explicando:
  • aptitude é o mesmo que apt-get, serve pra instalar arquivos. Ele busca nos repositórios Debian os programas conforme o nome que você digite.
  • install é a intrução do aptitude para instalar. Ele tem outras opções: remove, clean etc. Digite apt-get ou aptitude --help para ver todas.
  • sudo - programa que permite usar comandos de root sem ter que logar como root, muito útil.
  • deborphan - programa que permite ver se existem pacotes inúteis no sistema, que podem ser desistalados para remover espaço e lixo.
  • xinit - nós instalaremos um ambiente de trabalho (pode ser gnome, kde, mate, cinnamon, lxde, xfce, fluxbox etc), e para iniciar esses ambientes de trabalho nós precisaremos do xinit. Isso é feito através do comando startx, como veremos adiante. Ele costuma ser instalado automaticamente com o XFCE e o KDE, mas não com o MATE e o Gnome.
Instalado o sudo, vamos configurar o sistema para permitir ao seu usuário usar o comando sudo.
$ usermod -a -G sudo usuario

LEIA TAMBÉM: 12. Sudo sem password

Onde usuario é o seu login! No meu caso é nerun. Agora, ainda como root, reinicie para que essas alterações tenham início.
$ service sudo restart

Agora saia do root e entre como usuário comum. Agora podemos usar o sudo pra agir como root.

Agora use o nano, um editor em modo texto para alterar e limpar o seu sources.list, que diz ao sistema onde estão os repositórios Debian:
$ sudo nano /etc/apt/sources.list

No nano, eu costumo:
  • remover as entradas iniciadas com #, inseridas pelo CD do netinst, porque não servirão de nada;
  • adicionar as palavras "contrib non-free", sem aspas, ao final de cada entrada que aparece ali (isso nos permitirá baixar pacotes que não são totalmente GNU-GPL);
  • adicionar os repositórios do backports. Tem muito programa que é da versão testing do Debian que é portada para a versão stable, sendo colocados no repositório backports. Esse é o caso do desktop MATE. Você não precisa adicionar essas linhas ao sources.list se não for instalar o MATE:
deb http://ftp.br.debian.org/debian wheezy-backports main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian wheezy-backports main contrib non-free


Feito isso, use CTRL + O para gravar (ENTER para confirmar), e CTRL + X para sair do nano e voltar ao terminal.

Agora atualize a lista de pacotes:
$ sudo aptitude update

4. Instalando o Ambiente


4.1 MATE


Instale o MATE (será a versão 1.8.1 ao tempo deste tutorial):
$ aptitude install mate-desktop-environment-extra caja-open-terminal

Serão baixados e instalados 348 Mb, muita paciência agora. Baixado e instalado, entre nele usando um comando do xinit que instalamos no começo desse tutorial:
$ startx

4.2 XFCE

Para instalar o XFCE, você pode digitar (versão 4.8, ao tempo deste tutorial, com 226 Mb):
$ sudo aptitude install xfce4 xfce4-goodies

4.3 KDE

Para instalar o KDE, você pode digitar (versão 4.8.4 ao tempo deste tutorial, com 420 Mb):
$ sudo aptitude install xorg kde-plasma-desktop kde-l10n-ptb

4.4 Gnome

Para instalar o Gnome, você pode digitar (versão 3.4 ao tempo deste tutorial, com 431 Mb):
$ sudo aptitude install gnome-core gedit nautilus-open-terminal file-roller alsa

Essa é a instalação mínima do gnome. Eu acrescentei: o gedit (o bloco de nota padrão do gnome que, infeliz e estranhamente, não é instalado no "gnome-core"); a possibilidade de abrir um terminal clicando com o botão direito no Nautilus; o compressor de arquivos file-roller (também padrão do gnome) e o driver de som "alsa" (estranhamente também não instalado, mas necessário).

Para uma instalação absolutamente completa (792 Mb) use:
$ sudo aptitude install gnome

O GDM (gerenciador de login) é instalado por padrão, mas o xinit não é.

4.5 LXDE

Para instalar o LXDE, você deve digitar (269 Mb):
$ sudo aptitude install lxde


5. Gerenciador de Ambientes Gráficos


Não dá pra ficar digitando startx o tempo todo. Nós queremos que apareça uma tela de login pra digitar nome e senha.

Tem o kdm e o gdm, mas eles são muito grandes. O gdm3 tem 80 Mb! Eu prefiro usar o Slim, que tem menos de 2 Mb:
$ sudo aptitude install slim

Se prefirir o gdm:
$ sudo aptitude install gdm3

Da próxima vez que você inicializar o PC, já vai entrar direito no gerenciador. Infelizmente o slim só tem interface em inglês.

6. Programas úteis


Costumam ser úteis os seguintes programas:
$ sudo aptitude install wicd synaptic
  • wicd - gerenciador de redes cabeadas e wireless.
  • synaptic - programa que permite instalar outros programas sem usar o terminal. Ele aparece em Sistemas > Administração > Gerenciador de pacotes Synaptic.
Não dá pra usar um sistema sem um bom compactador / descompactador não é mesmo? No Windows eu gosto do 7-Zip e do WinRAR. Aqui dá pra usar os dois e muito mais:
$ sudo aptitude install arj zip unzip unace unace-nonfree rar unrar bzip2 tar gzip cabextract p7zip-full p7zip-rar p7zip

Isso instala todos os compactadores, não vai precisar de mais nada. Salvo engano, ao instalar tudo isso quando você clicar com o botão direito do mouse sobre um arquivo, pasta ou conjunto de pastas, já vai aparecer as opções comprimir ou extrair aqui.

4 comentários:

  1. Valeu mesmo, Nerun. Vindo do Ubuntu, fiquei um pouco perdido de início. Mas suas dicas ajudaram muito, obrigado. P.S.: escrevo do Debian 7.6 em máquina virtual.

    ResponderExcluir
  2. Disponha. E bem-vindo ao Debian!

    ResponderExcluir
  3. Como posso iniciar um programa antes do ambiente gráfico automaticamente? seria uma máquina virtual . gostaria que subisse sem aparecer o gnome

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora você me pegou Claudia. Durante a instalação você pode optar por não instalar ambiente gráfico. Aí, na inicialização você entraria no seu programa através da linha de comando ou algo assim, depois você pode instalar o gnome se quiser. Se é que eu entendi o que você quer. Você teria que procurar no google como desativar o programa (não sei qual é), que faz entrar direto no ambiente gráfico. Talvez algo a ver com o GDM.

      Excluir